MotorDream

Testes

Teste: Chevrolet S10 LTZ 2.5 flex 4X4 automática - Aventura de baixo custo

29/05/2019 07:52  - Fotos: Jorge Rodrigues Jorge
Envie por email

Teste: Chevrolet S10 LTZ 2.5 flex 4X4 automática - Aventura de baixo custo

Versão é opção mais barata de picape pronta para off road e com boa dose de segurança


por Márcio Maio

Auto Press

 

A Chevrolet S10 ficou tranquila no posto de líder de vendas entre as picapes médias do Brasil por longas duas décadas. Até que, há quatro anos, teve o posto tomado de ressalto pela Toyota Hilux, no fim de 2015. Na verdade, os últimos anos marcaram uma verdadeira ascensão do segmento, com quase todos os rivais que atuam no Brasil se modernizando cada vez mais rapidamente. Passou o tempo dos longos períodos de marasmo no segmento, a ponto de a marca promover mudanças no modelo apenas quatro anos depois de lançar a nova geração, produzida no Brasil desde 2012. A picape ganhou recheio tecnológico que afetou principalmente as configurações mais caras. Apostou, inclusive, em uma configuração com acabamento de topo, motor flex 2.5, tração 4X4 e transmissão automática de seis marchas. Surgiu então a S10 LTZ 2.5 flex 4X4 automática. A estratégia deu tão certo que segue até hoje, na contramão de rivais que dispensam a existência mesmo de motorizações a gasolina ou flex no portfólio, como a Nissan e, recentemente, a Ford.

 

 

Historicamente a Chevrolet S10 tem uma relação pessoal com a motorização flex. Foi ela própria quem inaugurou esse tipo de propulsor em picapes brasileiras, em 2007. Hoje, o propulsor consegue entregar preço mais em conta que as variantes diesel sem abrir mão das aptidões para o off-road. O motor 2.5 com injeção direta de combustível rende 206 cv a 6 mil rpm e 27,3 kgfm de torque a 4.400 giros, com etanol. Além disso, a transmissão automática de seis velocidades traz tecnologia Clutch to Clutch que, segundo a marca, deixa o câmbio com agilidade semelhante à de um automatizado de dupla embreagem. Isso se traduz em mais esportividade, graças à rapidez nas trocas. Esta transmissão usa o mesmo hardware da versão diesel automática, mas recebe uma programação específica.

 

 

O preço é convidativo, diante do que o mercado oferece. São R$ 138.990, contra os R$ 143.290 pedidos pela Toyota Hilux SRV 4X4 automática, sua única concorrente direta. Isso com uma lista de itens de série digna de um SUV médio – aí, já não chega a ser uma vantagem exclusiva da Chevrolet, trata-se de uma tendência no cenário automotivo, quando se fala em picapes.

 

 

Há direção elétrica progressiva, alerta de colisão frontal e de saída de faixa, assistente de partida em rampa, controle eletrônico de estabilidade e tração e iluminação em leds atrás e na frente. O banco do motorista da versão LTZ traz ainda ajustes elétricos e o sistema OnStar traz o pacote mais completo da marca. A central multimídia, além de tela sensível ao toque de oito polegadas, tem Andoid Auto e Apple Car Play e traz GPS próprio.

 

Ponto a ponto

 

Desempenho – O motor 2.5 flex de 206 cv e 27,3 kgfm movimenta as quase duas toneladas da S10 LTZ flex 4X4 automática de forma honesta. O casamento entre motor e o câmbio automático de seis velocidades resulta em uma boa dirigibilidade tanto na cidade quanto na estrada, mas convém não esperar esportividade da picape – e nem é essa a proposta do modelo. E até porque o torque máximo só dá as caras em altos 4.400 giros. Nota 7.

 

Estabilidade – Rolagens de carroceria aparecem em curvas mais fechadas – o que é normal em um automóvel deste porte, principalmente com a caçamba vazia. De qualquer forma, entre vários recursos de segurança, está o controle eletrônico de estabilidade, que ajuda a manter tudo em ordem caso ocorra algum excesso. Nota 7.

 

Interatividade – Cada vez mais, as picapes médias ganham confortos e tecnologias comuns aos SUVs. Essa tendência já chegou à S10 há algum tempo, com seus comandos em locais de fácil acesso e central multimídia MyLink com tela sensível ao toque e integração completa com Android Auto e Apple CarPlay. O volante multifuncional e a transmissão automática facilitam a vida do motorista – principalmente nos grandes centros urbanos. Nota 8.

 

 

Consumo – No Programa de Etiquetagem do InMetro, a S10 LTZ 4X4 flex automática teve médias de 5,3/6,1 km/l com etanol na cidade/estrada e 8,1/9,1 km/l abastecida com gasolina, nas mesmas condições. O resultado lhe rendeu nota C na categoria e nota D no geral. Nota 6.

 

Conforto – O espaço interno é muito bom, mas isso é um padrão em todas as picapes médias atuais. Motorista e passageiros das primeiras fileiras de bancos viajam bem, sem precisarem se apertar para melhorar a área dos ocupantes traseiros. O bom isolamento acústico torna o carro silencioso e agradável para um passeio ou longas viagens na estrada. Nota 8.

 

Tecnologia – A S-10 LTZ recebe uma boa dose de tecnologia. Entre outros itens, há direção elétrica progressiva, alerta de colisão frontal, alerta de saída de faixa, assistente de partida em rampa, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis e lanternas em led, banco do motorista com ajustes elétricos, sistema OnStar e central multimídia. Nota 8.

 

 

Habitabilidade – Há diversos porta-trecos para guardar celular, chave, carteira e outros objetos no interior do veículo. O acesso ao habitáculo é favorecido pelas grandes portas e a caçamba tem 1,53 metro de largura – dá para transportar bastante coisa. Nota 8.

 

Acabamento – O interior da S10 LTZ 4X4 flex automática mistura a tradicional robustez aparente de picapes desse porte com alguns toques de sofisticação incorporados dos SUVs. Há couro nos revestimentos – inclusive no painel – e, embora os plásticos rígidos estejam presentes, muitas superfícies são de tato agradável. Nota 8.

 

 

Design – O visual é imponente na dianteira, mas com certo toque de elegância – está alinhado à nova identidade da marca. Luzes diurnas de led aparecem no farol e deixam o carro com visual agressivo. Essa impressão é reforçada também pelas rodas de 18 polegadas, com interior escurecido. Nota 8.

 

Custo/benefício – A S10 LTZ 4X4 2.5 flex automática custa R$ 138.990. Uma Toyota Hilux SRV 4X4 automática, sua principal concorrente, sai a R$ 143.290. Uma diferença pequena para a faixa de preço, mas que favorece a picape da Chevrolet – até porque a rival é menos potente, com 163 cv e 25 kgfm de torque. Nota 7.

 

Total – A Chevrolet S10 LTZ 4X4 flex automática somou 75 pontos em 100 possíveis.

     

Impressões ao dirigir


Primeiro impacto

 

O último face-lift promovido pela Chevrolet na S10 tem exatos três anos. Mesmo assim, o visual da versão LTZ 4X4 flex automática ainda chama bastante atenção nas ruas. A mistura das linhas robustas com uma boa dose de elegância e esportividade na sua dianteira se destaca e agrada os entusiastas dos utilitários com caçamba. Outro detalhe estético que sobressai é o acabamento escurecido no interior das rodas de liga leve. A área preta nem chega a ser tão farta, mas como são 18 polegadas, se torna bem visível principalmente quando em movimento.

 

 

É justamente no rodar que a S10 começa a entregar seus verdadeiros atributos. E certamente não são esportivos. É fato que não há como se esperar um comportamento dinâmico deste porte de uma picape média, principalmente com motorização flex. Mesmo assim, não significa que a configuração explicite apenas uma vocação profissional: a S10, nessa variante, se revela um bom veículo familiar. Isso, é claro, desde que se trate de uma família que não se incomode em trocar um porta-malas por uma expressiva caçamba.

 

Já na lista de itens de série há diversas comodidades para os passageiros e boa segurança a bordo. A central multimídia tem tela sensível ao toque e boa interatividade com smartphones Android e IOS. O motorista tem ajustes elétricos no banco, o que facilita encontrar a melhor posição de dirigir. Alerta de colisão frontal e de saída de faixa ampliam a sensação de segurança e o sistema OnStar é mais um trunfo na hora de conquistar novos clientes, com serviços de concierge e demais funções. Ajuda a reduzir o valor do seguro também, o que é uma boa vantagem quando se trata de um automóvel na faixa de preço em que a S10 LTZ flex está.

 

A direção é extremamente leve nas manobras de estacionamento, mas tem peso suficiente para manter a firmeza em alta velocidade. O trem de força garante retomadas consistentes e ultrapassagens seguras, embora não esbanje vigor. Não chega a faltar força, mas não sobra. O isolamento acústico é bom e o comportamento da picape é equilibrado, embora as rolagens de carroceria apareçam em curvas mais fechadas. Apesar de contar com controle eletrônico de estabilidade, convém não abusar. Aliás, nem é para isso que esse tipo de veículo é projetado.

      

Ficha técnica


Chevrolet S10 LTZ 2.5 Flex 4X4 automática

 

Motor: Gasolina e etanol, dianteiro, longitudinal, 2.457 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, duplo comando variável de válvulas no cabeçote. Injeção direta de combustível.

Transmissão: Câmbio automático com seis marchas à frente e uma a ré. Tração traseira com acoplamento de 4X4. Oferece controle eletrônico de tração.

Potência máxima: 197 cv a 6.300 rpm com gasolina e 206 cv a 6 mil rpm com etanol.

Torque: 26,3 kgfm com gasolina e 27,3 kgfm com etanol a 4.400 rpm.

Diâmetro e curso: 88 mm X 101 mm. Taxa de compressão: 11,2:1

Suspensão: Dianteira independente com braços articulados, molas helicoidais, barra estabilizadora e amortecedores telescópicos hidráulicos pressurizados. Traseira com feixe de molas semielípticas de dois estágios e amortecedores hidráulicos e pressurizados. Oferece controle de estabilidade.

Pneus: 265/60 R18.

Freios: Dianteiros por discos ventilados e traseiros a tambor. ABS com EBD de série.

Carroceria: Picape cabine dupla montada sobre longarinas com quatro portas e cinco lugares. 5,41 metros de comprimento, 1,87 m de largura, 1,78 m de altura e 3,10 m de distância entre-eixos. Oferece airbags frontais de série.

Peso: 1.934 kg.

Capacidade de carga: 816 kg.

Tanque de combustível: 76 litros.

Produção: São José dos Campos, Brasil.

Lançamento da geração no Brasil: 2012.

Face-lift: 2015.

Preço: R$ 138.990.

 

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas