MotorDream

  • feed
Testes

Teste: Porsche Panamera S

01/12/2009 10:03  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Teste: Porsche Panamera S

Versão de acesso S do esportivo alemão tem motor 4.8 V8 com 400 cv de potência

Por Automotor/Portugal
exclusivo para MotorDream


O Porsche Panamera, mesmo em sua versão de acesso, a "S", com motor 4.8 V8 de 400 cv e tração traseira, é capaz de surpreender. Talvez o principal atributo do Panamera seja a qualidade de construção e dos materiais. Mas há quem defenda que o design da traseira não é dos mais belos. Ele é o principal responsável pela má visibilidade traseira, e por isso se recomenda a câmara de auxílio ao estacionamento. Mas não restam dúvidas de que este automóvel só pode ser um Porsche, mesmo sendo o primeiro da história da marca com quatro portas - considerando que o Cayenne não é um autêntico Porsche já que é um projeto feito em parceria com o VW Touareg.



O interior tem um design que agrada e traz consoles centrais, dianteiro e traseiro, que conferem um ar de “nave espacial” ao carro. O modelo oferece excelente ergonomia e utiliza acabamento de primeira. A parte de trás acomoda dois adultos de estatura elevada com conforto e oferece fácil acesso a todos os lugares e um porta-malas de 445 litros, que pode ser ampliado para 1.263 litros, com os bancos rebatidos.

Enquadrar o Panamera em uma categoria não é tarefa fácil mas é possível considerar que o modelo concorre com Audi A8, BMW Série 7, Mercedes Classe S e Jaguar XJ. Face a estes modelos, o Panamera perde apenas cerca de 6 cm em altura e um pouco mais de 10 cm em comprimento e distância entre eixos, ganhando na largura.


   
Ao volante, este aumotóvel transmite conforto, facilidade de utilização, desempenho de alto nível e um elevado prazer ao dirigir. O belo som emitido pelo motor agrada até os mais exigentes e, através de um botão, pode ficar ainda mais “encorpado”, devido ao sistema de escapamento. A forma como a suspensão ativa PASM absorve as irregularidades do asfalto é exemplar, ao ponto de torná-las praticamente imperceptíveis para os ocupantes.

Mesmo com duas toneladas de peso, este carro oferece boa eficácia dinâmica. O motor tem resposta linear em qualquer regime de rotação, graças ao torque de 50,98 kgfm. Este propulsor garante uma aceleração de zero a 100 km/h em menos de seis segundos e velocidade máxima superior a 280 km/h.



O fato é que ao volante, o Panamera lembra um Porsche 911 um pouco maior, e sua direção transmite a segurança típica de verdadeiros esportivos. Os freios oferecem a confiança para investidas mais ousadas e o evoluído chassi garante excelente estabilidade, tanto em alta velocidade como em curvas de baixa.
    
O Panamera é único e, como tal, pouco acessível. Custa 134.481 euros na versão base, o equivalente a R$ 353.338, com transmissão automática PDK de sete velocidades e dupla embreagem. O consumo pode ser considerado razoável em uma utilização pacata mas, se acelerar fundo, o motor V8 não vai fazer milagre. O câmbio PDK, que tem boas respostas, peca por continuar a apresentar os pouco intuitivos comandos no volante, conhecidos do 911.



Para maior segurança e facilidade de condução, existem as versões de tração integral nas quatro rodas, tanto com este motor, como na versão de 500 cv Turbo – obviamente, mediante a um acrescimo de preço. Mas seja qual for a versão, o Panamera oferece muita exclusividade, conforto e desempenho.

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MortorDream - Rua Goethe, 55 Botafogo - Rio de Janeiro , RJ - Cep: 22281-020 Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.953434, -43.194393
Webroom - soluções interativas